O valor de uma amizade

Durante o ciclo de nossas vidas, pessoas passam, algumas ficam, algumas vão. Amizades que mantivemos vivas durante a infância, de repente se acabam devido a diferenças de idéias, de tempo e distância. São amizades que guardamos no nosso passado e sempre nos lembramos felizes, são pessoas que se encontram na rua e se cumprimentam, felizes, relembrando os bons tempos.

Aí vem a fase difícil, aonde a amizade muitas vezes se transforma em coleguismos, algumas se transformam em romances, impossíveis ou não, mas que no final acabam, como começaram, uma faísca. Digo isso porque quando somos adolescentes temos a difícil missão de distinguir o que é real da fantasia, separar o que é gentileza e o que é paquera.

É nessa época que definimos o que somos, e talvez por isso diversas séries abordam o mesmo tema, conflitos adolescentes.

Amigos, quando sobram algum, são aqueles que vão com você à clubes, cinemas, teatros. Nessa etapa você separa seus amigos e os cataloga perante seus gostos.

O tempo passa, seus amigos começam a namorar, você começa a namorar. Separação novamente. Você acredita que eles serão seus últimos amigos.

Chega a tecnologia, você os encontra novamente, em um mundo inóspito chamado web, aonde tudo é superficial e todos tentam passar uma imagem de gente feliz de comercial de refrigerante, mas a realidade é bem diferente. Como você, outros procuram o mesmo, seus amigos.

Você, adulto, desiste de acreditar em séries adolescentes e passa a ver a vida com mais sarcasmo, pensa logo que amigos são ilusões e que agora tudo o que você terá são parceiros profissionais, de trabalho ou carreira.

Mas você se esquece que teve todo um passado e que se apoiou várias vezes na amizade, nesse exato instante, você encontra uma nova leva de amigos, cada um com sua qualidade e seu defeito, temos a romântica, o pensador, a decidida, a distraída, o engraçado, o nerd, o seu guru, enfim, você percebe que todas aquelas histórias que aqueles autores de séries escreveram tinham base e fundamento e que com certeza ele vivenciou o mesmo que você.

Quando me perguntam se acredito na amizade, eu hoje digo que sim, e que a amizade verdadeira começa no momento em que você sorri pra alguém e compartilha de sua vida com ela, sem medo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s